A emissora MTV destacou Ariana Grande, e as canotras Kesha e Selena Gomez em uma publicação, falando sobre como cada uma passou por seus momentos de dificuldades em 2017. Leia abaixo o trecho em que falam sobre a Ariana:

Este ano, o nome de Ariana Grande foi o centro de um dos piores ataques terroristas da história. No dia 22 de maio, a “Dangerous Woman Tour” começou a parar abruptamente quando um homem-bomba provocou uma explosão após o show na Manchester Arena. Vinte e duas pessoas foram mortas e mais de 500 pessoas ficaram feridas, muitas delas jovens e pais.

Ariana suspendeu imediatamente a turnê e voltou para a casa de sua mãe em Boca RatonFlórida, onde manteve ausência das redes sociais e apenas twittou que se sentia “quebrada“. Como os fãs continuaram processando a tragédia, ninguém esperava que Ariana voltasse aos palcos da turnê novamente, mas foi exatamente isso que ela fez. Dentro de uma semana, Grande visitou vítimas no hospital e anunciou que ela organizaria um concerto beneficente em Manchester.

O evento que reuniu rapidamente, em 4 de junho, Ariana e uma lineup cheia de estrelas – incluindo Justin BieberColdplayMiley CyruKaty Perry e Niall Horan – chegaram ao palco do One Love Manchester. O concerto arrecadou mais de $13 milhões de dólares para as vítimas do ataque, e o mais importante, reforçou a coragem entre um público que desesperadamente precisava disso. Ariana Grande , em particular, foi um farol de força naquela noite, e sua performance, com lágrimas mas equilibrada, de “Somewhere Over the Rainbow“, pode viver como um dos momentos duradouros de sua carreira – na sequência de uma muito mais escuro.

A “Dangerous Woman Tour” escolheu voltar em 7 de junho em Paris, e chegou a um final emocional em setembro em Hong Kong. Retornar ao palco foi um verdadeiro ato de bravura e resiliência, e algo que Grande disse que nunca pensou duas vezes, não importa o quão traumática foi a experiência em Manchester. Como ela explicou em uma entrevista à Coveteur, “Cancelar os shows e ir pra casa não era uma opção. A mensagem do show era muito importante“.